Novidades de Setembro: Hungria, Cidades Privadas e Novas Parcerias

Caros amigos da Settee,

O mês de Setembro tem sido muito produtivo para a equipe da Settee. Eu (Francisco) e o Danilo estivemos o mês todo explorando a bela e barata Sérvia, de onde fechamos um número de parcerias novas no leste Europeu. 

No newsletter de hoje, queremos compartilhar com você algumas dessas novas parcerias, analisar um paíse de grande interesse e te convidar para a conferência inaugural da Free Private Cities Foundation sobre cidades privadas. Comecemos pelas parcerias.
 

Câmbio, Revalidação de Diplomas e Leste Europeu

 
A primeira parceria que temos o prazer de anunciar é com a MeuCâmbio, empresa brasileira que ajuda tanto pessoas físicas e jurídicas a realizar remessas internacionais e operações de câmbio em diversas moedas. Já havíamos recebido alguns emails de pessoas que tinham dúvidas sobre como realizar remessas de ou para o exterior, portanto essa podia ter vindo em melhor hora.

A segunda parceria vem para complementar os nossos serviços de consultoria para os profissionais da saúde. Estamos falando da ImigraMED, empresa americana que ajuda você a revalidar seu diploma no exterior, com cobertura em diversos países na América do Norte, Europa e Oriente Médio. Nós te ajudamos a decidir onde e como emigrar e a ImigraMED te ajuda a exercer a sua profissão no novo país.
 
Falando agora de imigração, abertura de empresas e contas bancárias, esse mês fechamos novas parcerias nos seguintes países do leste europeu:
  • Bósnia
  • Chipre
  • Hungria
  • Montenegro
  • Romênia
  • Sérvia
Todos esses são opções muito interessantes para quem quer viver com boa qualidade de vida, impostos baixos e não ter um custo de vida de Europa Ocidental/EUA. Sérvia e Bósnia são especialmente interessantes para amantes de armas (cobriremos o tema das armas em um artigo futuro). Hoje, exploremos um pouco mais a opção Hungria.
 

Hungria como um paraíso fiscal na União Européia

 
A Hungria é um país muito interessante para quem quer viver com poucos impostos. É um país da UE e atualmente um dos mais abertos da Europa em relação às restrições de COVID (máscaras são recomendadas, não obrigatórias), além de ter um nível de Inglês e Alemão maior que vários outros países do Leste Europeu. A capital de Budapeste é uma cidade maravilhosa, com vida noturna ativa e muito bem conectada para viagens.

Para pessoas físicas, o imposto de renda é fixado em 15%. Para empresas, além do imposto corporativo normal, a Hungria tem três regimes especiais para pequenas empresas, todos disponíveis até um determinado limite de vendas: o imposto empresarial simplificado (EVA), o imposto combinado sobre pequenos contribuintes (KATA) e um imposto sobre pequenas empresas (KIVA).

Há um nível para o imposto corporativo normal na Hungria, que é de 9% sobre os lucros (oficialmente o mais baixo da UE). Um adicional de 15% é retido na fonte sobre os dividendos e rendimentos distribuídos para indivíduos, e 0% para pessoas jurídicas.

O imposto empresarial simplificado (EVA), que chega a 37%, é um sistema fiscal alternativo para pequenas empresas com um volume máximo de vendas de 30 milhões de florins por ano, que correspondem a cerca de 84.100€. Esta alíquota substitui o IVA, o imposto corporativo e o imposto retido na fonte sobre dividendos.

Como a Hungria tem um imposto sobre vendas muito alto, de 27%, o imposto empresarial simplificado pode ser uma opção muito atraente para quem vende dentro do país, além de ser simples de administrar, o que torna a Hungria um país atraente para freelancers com uma boa renda. Tendo em mente que os impostos sobre vendas já estão incluídos, isto representa uma enorme economia.

Para os pequenos contribuintes (KATA), há um imposto de renda fixo para quem fatura até 12 milhões de florins ao ano (cerca de 33.800€). Com impostos combinados em uma soma de 50 mil ou 75 mil florins, os autônomos, empresários individuais e pequenos contribuintes podem cancelar o imposto corporativo, o imposto de renda, a previdência social, todas as contribuições para serviços de saúde, o imposto sobre dividendos e as contribuições para treinamento profissional.

Isto significa que em uma renda anual de 20.000€, apenas cerca de 170€ por mês têm que ser pagos em impostos. Atingir o limite do regime não significa sair dele, mas sim pagar uma taxa de 40% sobre o faturamento acima deste valor.

Finalmente, o imposto sobre pequenas empresas (KIVA) é uma taxa especial para empresas com menos de 50 funcionários e um faturamento anual que não exceda 3 bilhões de florins (cerca de 8.410.000€). Este imposto substitui o imposto corporativo, a previdência social e as contribuições para o treinamento profissional. Com esse regime, paga-se 11% de impostos sobre dividendos distribuídos e salários pagos, mas é claramente uma opção melhor que o imposto corporativo padrão de 9% mais 27% da previdência social.

Essa foi uma breve descrição das vantagens fiscais da Hungria. Vale lembrar que como o país tem tratado de não-bitributação com o Brasil e Portugal, também pode ser uma boa opção de incorporação para quem quer ter uma offshore e ainda mora em um desses países.

Nossos parceiros podem ajudar você a abrir uma empresa ou se registrar como autônomo por 600€ + IVA. Os custos mensais de manutenção e contabilidade de uma empresa húngara começam a partir de 150€ + IVA. Quanto à imigração, nossos parceiros podem te ajudar a obter um visto no país por 1400€ (vistos de autônomo ou empresário sendo opções populares). Para cidadãos da UE, não é nem preciso visto, basta emigrar.

Se você quiser estiver interessado em saber se a Hungria realmente é a melhor opção para você, agende uma consultoria conosco.
Estou Interessado

Conferência Liberty in Our Lifetime

Dia 16 de outubro ocorrerá a Liberty In Our Lifetime. É a conferência inaugural para discutir projetos de cidades privadas e comunidades livres ao redor do mundo, organizada pela Free Private Cities Foundation em Müllheim, Suíça.

Nossa equipe estará participando presencialmente com um estande da rede Staatenlos. Infelizmente, os ingressos presenciais já estão esgotados, mas se você não conseguiu garantir o seu a tempo, ainda pode assistir ao evento virtualmente. Como parte da comunidade da Settee, você se pode tirar proveito do nosso cupom exclusivo de 10% de desconto no ingresso, usando o código liberty2021.

Palestrantes

Saiba sobre as últimas novidades do progresso de várias cidades privadas e outros projetos de comunidades livres.

Fora isso, como pré-evento, estaremos realizando uma reunião de Viajantes Perpétuos com um convidado especial em Zurique na quinta-feira, 14 de outubro (nessa ainda é possível estar presente presencialmente). Você que quer se tornar um viajante perpétuo ou quer aprender mais sobre esse estilo de vida também pode participar. O local e horário exatos ainda estão para ser definidos e serão anunciados no evento dentro da rede Perpetual Travel.

Por hoje é só! Se você está gostando do nosso conteúdo e quiser interagir com outras pessoas que estão internacionalizando suas vidas, te convidamos a se juntar ao nosso grupo privado no Facebook e convidar seus amigos para fazer o mesmo. Todos os nossos seguidores são bem vindos!

Francisco e Danilo dando um rolê em Belgrado
Abraços de Belgrado - Sérvia, 
Francisco Litvay 
Diretor de Operações da Settee 
 
Facebook
Twitter
Instagram
LinkedIn
Website
Se você ficou interessado e quer saber como internacionalizar a sua vida, te convidamos a agendar uma consultoria conosco
Agendar Consultoria

Conheça nossos e-books!

Copyright © 2021 Settee OÜ, Todos os direitos reservados.


Deseja mudar a forma como você recebe esses e-mails?
Você pode alterar suas preferências ou se desinscrever desse newsletter.