Copy
#NuestrasCartas 10                                                                         Veja esse e-mail em seu navegador

Gabriel Boric, líder estudantil e figura central nas manifestações sociais de 2019, é o novo presidente do Chile.  Aos 35 anos - idade mínima legal para ser presidente - caberá a ele conduzir a aprovação da nova Constituição sendo escrita pela Convenção Constitucional eleita no início deste ano. 


Com participação recorde (55% da população, maior porcentagem desde o fim da obrigatoriedade do voto, em 2012), os chilenos e chilenas elegeram o candidato que prometeu priorizar e facilitar os trabalhos da Convenção Constitucional em curso. Boric foi o presidente mais bem votado da história chilena. 

Ontem (19), durante seu primeiro discurso como presidente, Gabriel Boric destacou o trabalho dos constituintes:

"Defenderemos el proceso constituyente, que es motivo de orgullo mundial. Es la primera vez que escribimos una Constitución de forma democrática. Cuidemos este proceso para que sea una Carta Magna fruto del acuerdo y no de la imposición".

Uma multidão tomou as ruas de Santiago logo após o anúncio da vitória do candidato de esquerda. O segundo colocado, José Antonio Kast, de 55 anos, reconheceu a derrota minutos antes do fim da apuração

A eleição de Boric parece confirmar o anseio social por reformas que diminuam a desigualdade - demanda que apareceu nos protestos de 2019, foi confirmado pela eleição de uma Convenção Constitucional majoritariamente jovem e progressista, e agora com a eleição de Gabriel Boric.


O que escrevemos:

> A Jornalista Carol Pires, editora do projeto #NuestrasCartas, escreveu para o jornal Folha de São Paulo sobre a guinada do Chile à esquerda. 

> Beatriz Della Costa, cofundadora do Instituto Update, falou sobre o futuro da Convenção Constitucional e as eleições chilenas para o jornal O Estado de São Paulo

> No repositório online de #NuestrasCartas, que você pode acessar aqui, preparamos um dicionário da constituinte com os principais termos - traduzidos para o português - para entender o processo de transformação social que o Chile vem passando desde 2019. 


O que recomendamos:

> As manifestações de Elisa Loncón e Jaime Bassa, presidente e vice-presidente da Convenção Constitucional, sobre a eleição do novo presidente.

> Este mapa mostra os constituintes que apoiaram publicamente a candidatura de Gabriel Boric.

> Seis fatores para entender o triunfo de Boric, pelo The Clinic.

Instagram
Twitter
#NuestrasCartas é um projeto multiplataforma do Instituto Update em parceria com a FES Chile.

Recomende essa newsletter: envie o link de inscrição para seus contatos.

¿Quer mudar a forma como recebe essa newsletter?
Pode atualizar as preferências o deixar de receber esse e-mail.