Copy

No início de 2017 o projeto AdaptaClima completou um ano de trabalho. Nos primeiros meses deste ano, renovamos o compromisso com 54 organizações parceiras no Brasil para seguirmos criando juntos a Plataforma de Conhecimento em Adaptação à Mudança do Clima, que será lançada no final de 2017.
Atividades realizadas no primeiro trimestre
Renovação do compromisso com atores-chave e colaboradores Realização de dois webinars para apresentação das atividades em 2017
Definição de fases para implementação da Plataforma AdaptaClima Contratação de empresa de desenvolvimento web
Elaboração do conteúdo das páginas da plataforma web Conversas bilaterais com provedores de dados para alimentar dados climáticos plotados em um mapa interativo do Brasil
Organizações confirmadas para 2017
Organizações confirmadas para 2017
ATORES-CHAVE, COLABORADORES, ATORES-REFERÊNCIA (REINO UNIDO)
No processo de cocriação com uma gama de atores de diferentes setores, foram surgindo inúmeras demandas. A proposta é incluir conteúdos e funcionalidades na plataforma web em fases, ao longo do tempo, evitando que seja lançada uma plataforma demasiadamente complexa a ponto de desencorajar o seu uso.
Fases de desenvolvimento da plataforma e conteúdos previstos para 2018
Webinars de apresentação das atividades de 2017
fases de etapas Ocorreram em: 13 e 16 de março
Participantes: 25 atores-chave e 28 colaboradores
CONTEÚDO
Retomada do trabalho e produtos de 2016, validação da proposta de escopo inicial da Plataforma e apresentação e debate das atividades previstas para 2017.
CONTRIBUIÇÕES DOS PARTICIPANTES
Evidenciar, na plataforma, as lacunas de conhecimento existentes em adaptação
Aproveitar o conhecimento de outros países que têm mais experiência e iniciativas desenvolvidas na área
Traduzir os compromissos internacionais e a estratégia nacional de adaptação para atores no nível local, como incorporá-los, por exemplo, em planos de ação municipais
Prover insumos para apoiar ações no território, esclarecendo questões como a complementariedade ou contradição entre ações de mitigação e adaptação
Como promover a participação dos diferentes atores uma vez lançada a plataforma?
Pesquisa promoverá Social Learning no contexto da adaptação à mudança do clima no Brasil
Em abril, o GVces dará início a uma pesquisa a respeito de como a abordagem social learning pode ser aplicada no desenvolvimento da AdaptaClima. O objetivo é que seja promovido um processo de aprendizagem por parte dos atores envolvidos e do sistema social como um todo a partir da colaboração na produção e disseminação do conhecimento em adaptação.
Resultados esperados e contribuições:
→ Contribuir para a implementação da AdaptaClima e do PNA
→ Aumentar a chance de governança e operação perenes da AdaptaClima
→ Fortalecer comunidades de prática e boundary organisations na agenda de adaptação no Brasil

Escola Avançada em Mudança do Clima e Adaptação tem inscrições abertas até 31 de março
De 3 a 15 de julho de 2017, acontece a São Paulo School of Advanced Science on Climate Change: Scientific basis, adaptation, vulnerability and mitigation. A iniciativa é do Núcleo de Apoio à Pesquisa é do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Mudanças Climáticas (INCLINE/USP) e do Instituto Interamericano de Pesquisa em Mudanças Globais (IAI), com patrocínio da USP, IAI, FAPESP e Santander.

O curso receberá em torno de 100 participantes, sendo metade brasileiros e metade estrangeiros, com o objetivo de fomentar a troca de conhecimento entre disciplinas e setores e promover o desenvolvimento de redes colaborativas para reunir uma massa crítica de jovens pesquisadores interessados em mudança do clima e seus impactos.

Clique aqui e leia mais sobre a iniciativa.
QUER SABER MAIS?

comunicados@gvces.com.br | gvces.com.br/adaptaclima | mma.gov.br/clima/adaptacao/projetos






This email was sent to <<E-mail>>
why did I get this?    unsubscribe from this list    update subscription preferences
GVces · Av. 9 de Julho, 2029 - 11º andar · Sao Paulo, SP 01313-902 · Brazil