Copy
Boletim do blog Algumas Observações.

Diferente

Refugio-me em Clarice. Ela sabia ver a beleza da vida no que é doméstico: a compra dos ovos, a caneta da escrita, os livros, os filhos. Clarice sabia encontrar literatura na mesa de centro da sala de estar.

Aos poucos forço-me a buscar o belo na anormalidade. As aulas, antes tão cheias de agito, tronaram-se silenciosas em frente à tela do computador. Sinto falta dos alunos, mas tento não me abater. Poderia me deprimir, mas vejo uma gata passa enquanto a outra se esfrega na minha perna pedindo comida.

Entre um PowerPoint e outro, um alongamento ao sol. Por quantos dias eu desejei por um solzinho, uma vitamina D? (Desejei, mas não assim...) Cumprir horário tem sido diferente, reflexivo.

Não é mais a mesma coisa. Evito a TV e, por consequência, as notícias que trazem o turbilhão de ansiedade. Foco em tentar ser produtiva, faço a minha agenda. Hora a hora, atividade pós atividade, tento manter a mente sã. "Mente sã, corpo são" — esse é o mantra.

A falta da rua traz tristeza que me querer escrever: as palavras me envolvem, são abraços que ainda não posso dar. Elas aquecem, são um spoiler do que virá quando tudo acabar.

As pessoas falam em voltar à normalidade, todavia, o que é a normalidade senão o agora? Quando tudo acabar seremos outros. Eu espero que sejamos todos melhores.

Espero que a quarentena de vocês esteja sendo tranquila — na medida do possível. Readaptar é complicado, e eu tenho tido dias bons e não tão bons. Desde que passei ao homeoffice, não saí de casa, mas minha irmã é profissional da saúde, então vai e vem todos os dias. O baque diário é grande, mas venho tentando me reconstruir.

Tenho aproveitado esse para refletir muito com o quero fazer da vida a cada dia, para planejar como eu quero seguir no futuro, para desacelerar corpo e mente e criar novos (e mais saudáveis) hábitos.

A escrita ficou fora da rotina até eu conseguir entender o que estava rolando interna e externamente. Veja bem, como virginiana que tem mania de tentar ter tudo sob controle, uma mudança dessa magnitude causou estrago. Agora, estou recuperando a rotina e a escrita, por consequência. Em seus muitos projetos e vertentes. Em breve, conto mais. Por enquanto, fiquem com o que rolou no blog:

{Resenha} A criação do patriarcado
Atualização do blog e adiamento dos eventos
Espalhe coisas boas
Eu era silenciosa
Recursos digitais criativos
{Resenha} Relatos de uma Br em Buenos Aires

Por enquanto é isso! Seguimos, um dia de cada vez.

Beijos (distantes, porém carinhosos) e queijos,
Fernanda Rodrigues
PS: Sei que algumas pessoas não podem, mas — se você puder — fique em casa. Isso NÃO é uma gripezinha e precisamos de nos cuidar. Ficar em casa é uma forma de proteção e de respeito por todos os profissionais dos serviços essenciais que saem todos os dias, que estão na linha de frente. #fiqueemcasa
Website
Facebook
Twitter
Email
Instagram
Pinterest
YouTube
Tumblr
Copyright © 2020 Algumas Observações, All rights reserved.


Want to change how you receive these emails?
You can update your preferences or unsubscribe from this list.

Email Marketing Powered by Mailchimp