Copy
EDIÇÃO | 9 de Janeiro de 2020

Previ: Retomada do crescimento através do novo Plano Família

A Previ está preparando o lançamento de seu novo plano voltado aos familiares de participantes. Já com a aprovação da Previc, ocorrida no final do ano passado, a abertura para as adesões está prevista para a primeira quinzena de março. Apesar de contar com grande número de participantes, ao redor de 200 mil, a entidade não vinha crescendo nos últimos anos devido à redução do número de novos contratados de seu principal patrocinador, o Banco do Brasil. 

Neste sentido, o Previ Família representa a janela de oportunidade para a retomada do crescimento da entidade. Em entrevista exclusiva ao Acontece, o Diretor de Seguridade, Marcel Barros, explica as motivações para o lançamento do novo plano e a opção pelo desenho através do Fundo Setorial Abrapp.
 
Para o Diretor Presidente da Abrapp, Luís Ricardo Marcondes Martins, os planos família já são uma nova realidade dentro do sistema, que estão dando certo. "Como Abrapp, temos nos esforçado para cumprir o papel de indutora e incentivadora deste novo segmento de planos instituídos”, diz. Ele ressalta o forte engajamento de dezenas de associadas, a exemplo da Previ, no lançamento de novos planos voltados aos familiares, o que torna possível a duplicação do número de participantes do sistema em um período de três a cinco anos.
 

Leia entrevista na íntegra de Marcel Barros, Diretor de Seguridade da Previ, a seguir:

Motivação para novo plano
Já há algum tempo que os associados nos cobram a possibilidade de oferecermos a proteção previdenciária para a família dos associados. Contamos com uma boa avaliação por parte de nossos participantes de aprovação e satisfação com nosso trabalho. Então, muitos associados nos buscam para que possamos oferecer algum tipo de produto para que as famílias possam contar com uma perspectiva de benefício futuro. O novo plano então visa atender essa perspectiva de benefício futuro. 

Otimização de processos - E também temos essa capacidade de gestão e realização de atividades diversas para que possamos otimizar nossas estruturas e processos. Tudo isso nos motivou para o lançamento do Previ Família. A otimização das estruturas possibilita a redução das despesas. A utilização de nossos processos potencializa nossos sistemas, nossa capacidade de gestão. Temos toda uma experiência e estrutura já preparada. Então, não vamos precisar criar nenhuma área nova, que acarretaria aumento das despesas. Ao contrário, ocorre a diluição de despesas.  

200 mil participantes atuais - Não fizemos uma projeção para adesão de novos participantes. Ainda vamos atualizar nossos sistemas. Primeiro definimos qual era a amplitude do plano, que é acessível para parentes sanguíneos até terceiro grau e por afinidade até segundo grau. Teremos uma noção do potencial de adesões após o lançamento do plano, que está previsto para este ano. Temos 200 mil participantes atualmente. Se considerarmos os parentes, o público potencial é muito grande. 

Modelo do plano - O novo plano segue o modelo Prevsonho. Utilizamos o desenho do Fundo Setorial da Abrapp. A proposta criada pela Abrapp de apresentar as alternativas de regulamento pré-aprovado na Previc abriu uma possibilidade muito interessante. É um plano de contribuição definida. O participante pode suspender os aportes em caso de dificuldade. Pode receber parte das reservas antecipamente. É uma opção muito interessante para as famílias. É um plano mais flexível, traz alternativas bastante positivas.

Vantagens do Fundo Setorial - É um modelo padronizado, mais fácil de aprovar e gerir. Tem um plano pré-aprovado na Previc que permite celeridade. E a principal vantagem que não precisamos buscar a figura do instituidor, e isso é muito interessante. Por estarmos filiados à Abrapp, todos os nossos participantes e seus familiares terão acesso ao novo plano, isso é um grande facilitador. Qualquer outro instituidor que procurássemos, teríamos mais dificuldade, pois nem todos são associados de uma ou de outra instituição. Então, a Abrapp supriu com grande louvor essas dificuldades. 

Lançamento do plano - Desde que aprovamos na Diretoria, estamos realizando uma série de ações para avançar na questão da aprovação, que inclusive já saiu, e foi bastante rápida. Agora estamos nos concentrando na parte de estrutura interna. Temos de parametrizar nossos sistemas para preparar os detalhes operacionais do dia-a-dia que temos de preparar agora. Uma vez aprovado, temos prazo de até 180 dias para abrir o plano. Acreditamos que até março estaremos com o plano na rua. Evitaremos concorrer com Natal, Ano-Novo e Carnaval. Pretendemos lançar na primeira quinzena de março. Estamos preparando toda a parte interna e processos e controle, desde a adesão até a gestão do plano para que ninguém tenha dificuldade.

Exemplo da Previ - Considerando que as entidades fechadas, como é o nosso caso, temos limitação de expansão. Nesse sentido o plano família representa uma excelente iniciativa para continuarmos crescendo. E isso vale para todo o sistema, é uma oportunidade para que o sistema volte a crescer, ao longo do próximo ano, quando as entidades irão iniciar seus planos. Representa uma alternativa para as famílias, o que mostra que o sistema é sólido, é um ponto que temos de mostrar. 

Entidades Lei 108 - A boa aceitação dos planos família mostra o quanto os participantes confiam no sistema. E traz para as entidades uma oportunidade de demonstrar que não somos grandes apenas pelos patrocinadores atuais, mas também pela capacidade de atrair novos públicos. Existia uma tendência de estagnação do número de participantes, por conta dos processos de redução dos quadros dos patrocinadores. Há quase dois anos que não temos crescimento no número de participantes. É uma oportunidade para retomar o crescimento (leia mais).

Prevcom: Plano dos servidores da Prefeitura de São Paulo é aprovado pela Previc

A Previc aprovou o regulamento do plano de benefícios da Prefeitura da Cidade de São Paulo que será oferecido a todos os servidores da administração direta, suas autarquias e fundações, funcionários da Câmara Municipal e Tribunal de Contas do Município (TCM) que ingressaram no serviço público a partir de 28 de dezembro de 2018.

A Portaria Previc nº 1.127 publicada na edição do Diário Oficial da União (DOU) de 2 de janeiro de 2020 também homologa o convênio da Prefeitura com a Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom), que passará a gerenciar o sistema exclusivo da maior cidade do País.

A Prevcom e a Prefeitura têm realizado reuniões técnicas visando o compartilhamento de arquivos para incorporar os primeiros participantes do novo plano, denominado SP Previdência. As equipes das áreas de seguridade e de relacionamento institucional da Fundação já atuam junto aos departamentos de Recursos Humanos da Administração para que a previdência complementar municipal entre em operação no mês de fevereiro de 2020.

Compartilhar Compartilhar
Twitar Twitar
Enviar Enviar

Dia do Aposentado 2020 - Abrapp - Sindapp - 23 de janeiro - Rio de Janeiro - SP
Relatórios Controles Internos Semestrais e Pareceres Contábeis - UniAbrapp - 27 de janeiro - São Paulo - SP
SUGESTÕES DE PAUTA E ENVIO DE COMUNICADOS: abrappatende@abrapp.org.br
PARCEIROS CREDENCIADOS

      
Facebook
Portal Abrapp
Instagram
Abrapp Atende
LinkedIn
Copyright © 2020 Abrapp, All rights reserved.

Quer alterar como você recebe nossos emails?
Você pode atualizar seu atualizar suas preferências ou descadastrar seu email.

Email Marketing Powered by Mailchimp